Bahia perde para o Fluminense e desperdiça chance de voltar ao G-6

O Bahia entrou em campo na noite deste sábado (12) para tentar retornar ao G-6 do Brasileirão, mas terminou sendo derrotado para o Fluminense por 2 a 0, no Maracanã, com gols de Nenê e Danielzinho. O Tricolor teve os desfalques de Artur, suspenso e Nino Paraíba que sentiu dores na panturrilha e foi vetado pelo departamento médico. O técnico Roger Machado decidiu iniciar a partida com Ronaldo na vaga de Artur, atuando com três volantes e João Pedro na posição de Nino Paraíba.

Com o resultado, o Esquadrão não conseguiu retornar ao grupo dos times que se classificam para a Libertadores de 2020 e agora torce por tropeços de Grêmio e Internacional, para não se distanciar do G-6.

O JOGO

Logo no primeiro minuto da partida, o atacante Élber, do Bahia, recebeu uma bola praticamente debaixo da linha do gol e conseguiu perder uma chance inacreditável, a qual mudaria drasticamente todo o primeiro tempo. Aos 16 minutos, o Fluminense respondeu em grande jogada de Nenê, que encontrou Yony González, mas o atacante chutou mal e a bola foi pra fora. Dois minutos depois o lateral-direito João Pedro cometeu um pênalti bobo em Yony González e Heber Roberto Lopez marcou a infração, a qual foi convertida por Nenê. Na primeira etapa só deu Fluminense! No minuto 21, mais uma vez Yony González tem a chance de marcar, depois de uma arrancada de Wellington Nem, ele bateu cruzado, mas nas mãos do goleiro Douglas.

O Bahia respondeu aos 26 minutos com uma boa jogada de Élber. Ele dominou na direita e lançou para Gilberto, que livre na grande ára cabeceou nas mãos de Muriel. Novamente o camisa 9 do Esquadrão recebendo passe, desta vez de Giovanni pela esquerda, ele chuta com a perna esquerda, mas Frazan interceptou e colocou pra linha de fundo. Já no finalzinho do primeiro tempo, o Fluminense faz grande jogada pela direita, Wellington Nem acha João Pedro na grande área, ele chuta bem, ela pega no travessão e na volta, Danielzinho cabeceia, pegando o goleiro do Bahia de surpresa, já que ele estava no chçai e até se levantou e tocou na bola, mas não o suficiente para evitar o segundo gol do Fluminense.

SEGUNDO TEMPO

Roger Machado fez duas alterações que mudaram a forma do Bahia de jogar. Entraram Arthur Caíke e Lucca, nos lugares de Ronaldo e Guerra. Logo aos dois minutos, Arthur Caíke aproveitou a bobeira da defesa do Fluminense, mas não converteu em gol. Ele driblou Muriel, mas chutou a bola na rede pelo lado de fora. Depois de um minuto, o Tricolor de Aço chegou de novo, desta vez com Flávio, que recebeu bom passe de Gilberto, mas terminou chutando por cima do gol do Flu. O Bahia começou a segunda etapa de forma frenética e chegou de novo, sendo esta uma chance de gol mais clara ainda. Gilberto ganha pelo alto de Frazan, sai sozinho pela direita, invade a área e rola para Lucca, sozinho! O camisa 11 bate de primeira, a bola passa por Muriel, mas Gilberto, esse o do Flu, em cima da linha, evita o primeiro do Bahia. Aos nove o Esquadrão perdeu mais um, agora com Arthur Caíke que chutou em cima de Muriel. Início de jogo movimentado e aos 10 minutos Élber bateu forte para uma defesa sensacional de Muriel. O goleiro do Fluminense estava impossível e aos 11 minutos ele fez outra defesaça após chute do lateral João Pedro.

Parece até cansativo, mas Muriel estava demais! Aos 15 minutos Gilberto entrou na grande área e bateu forte, para mais uma grande defesa de Muriel. Depois disso a partida deu uma esfriada em relação a chances de gol. Aos 47 minutos, Arthur Caíke recebe cruzamento rasteiro, tenta concluir a gol, mas não era a noite do Bahia, a bola foi pra fora.

FICHA TÉCNICA:

FLUMINENSE 2×0 BAHIA

Local: Maracanã, no Rio de Janeiro (RJ)
Data: 12 de outubro de 2019 (Sábado)
Horário: 19h (de Brasília)
Árbitro: Heber Roberto Lopes (SC)
Assistentes: Henrique Neu Ribeiro (SC) e Alex dos Santos (SC)
Público: 16.880
Renda: R$ 410.305,00


FLUMINENSE: 

Muriel, Gilberto, Digão (Frazan) , Nino e Orinho; Airton (Dodi), Daniel e Nenê; Wellington Nem (Guilherme), Yony González e João Pedro. Técnico: Marcão

BAHIA: 

Douglas Friedrich, João Pedro, Lucas Fonseca, Juninho e Giovanni; Gregore, Flávio, Ronaldo (Lucca) e Alejandro Guerra (Arthur Caíke); Élber (Rogério) e Gilberto. Técnico: Roger Machado.

*Galáticos Online!

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

%d blogueiros gostam disto: