Geddel e Lúcio são condenados por três votos a dois no caso dos R$ 51 milhões

Os irmãos Geddel e Lúcio Vieira Lima foram condenados, por três votos a dois, pelos crimes de associação criminosa e lavagem de dinheiro, no caso dos R$ 51 milhões, encontrados em um apartamento no bairro da Graça, em Salvador. A decisão foi tomada na tarde desta segunda-feira (22), pela Segunda Turma do Supremo Tribunal Federal (STF).

Durante a votação, os ministros Edson Fachin, Celso de Mello e Cármen Lúcia decidiram pela condenação dos irmãos pelos dois crimes. Ricardo Lewandowski e Gilmar Mendes, por sua vez, votaram apenas pela condenação por lavagem de dinheiro. A pena dos irmãos ainda foi definida em 14 anos e 10 meses de prisão para Geddel e 10 anos e 6 meses para Lúcio.

No mesmo caso, a absolvição de Job Brandão e de Luiz Fernando Costa Filho foi decidida de forma unânime. Já o processo que corre contra a mãe de Geddel e Lúcio, Marluce Vieira Lima, foi transferido para a primeira instância.

*Varela Notícias!
*Foto: (Marcelo Camargo/Agência Brasil | Lúcio Bernardo Júnior/Câmara dos Deputados)

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

%d blogueiros gostam disto: