Segunda-feira, Janeiro 21Reconotícias - O Seu Portal de Notícias!

Chefe de cartório e mais três pessoas são presas em Vitória da Conquista

Após a Polícia Federal deflagrar a Operação Factum, em Vitória da Conquista, nesta terça (03), o chefe do Cartório do 1º Ofício de Registro de Imóveis e Hipotecas de Vitória da Conquista, Antonio Carlos de Jesus Bramont, Amanda Bezerra Bramont, Anna Caroline Bezerra de Castro e a despachante Maria Aparecida de Souza Pereira foram presos nesta manhã. Eles são acusados de cobrar propina para agilizar serviços no cartório.
De acordo com a Polícia Federal, diante das provas colhidas, estima-se que essa prática vinha ocorrendo há mais de quinze anos. Além disso, Antônio mantinha trabalhando no local, as filhas e outras pessoas de sua confiança, sem qualquer vínculo formal com o Tribunal de Justiça da Bahia, com o intuito de controlar o funcionamento do cartório de acordo com interesses, não aceitando a presença no local de outros servidores do Tribunal de Justiça que haviam sido lotados no local.

No decorrer das investigações foi constatada ainda a prática de outros crimes não relacionados diretamente com o funcionamento do cartório, tais como falsidade ideológica, uso de documento falso para a promoção (e consequente aumento salarial) no cargo de professor na Secretaria de Educação do Estado da Bahia, tráfico de influência para a retirada de multas de trânsito e concessão de licença-prêmio, dentre outros.

Além de Vitória da Conquista, foram cumpridos mandados também em Salvador. O mandado de prisão de Antônio é preventivo, enquanto das outras três acusadas é temporária.

O titular do Cartório foi indiciado pela prática dos crimes de corrupção passiva, associação criminosa, tráfico de influência, falsidade ideológica e uso de documento falso.

Veja vídeo da operação:

*Varela Notícias!

Fique por dentro da notícia, conteúdos exclusivos no aplicativo baixe grátis aqui!, Siga-nos nas redes sociais: Facebook

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado.

%d bloggers like this: